segunda-feira, 30 de abril de 2012

Em Cursos e Eventos: Festival Brasil Sabor


Tapioca com bobó de cogumelos do Restaurante Navegador, do Rio de Janeiro

O tema “Quem tem boca, vai à Roma” se refere aos 100 anos de Brasil-Itália.

O Festival Brasil Sabor, maior festival de gastronomia do país chega à sua 7ª edição, em Maio. Promovido pela Abrasel-RJ (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), o evento acontece entre os dias 3 de Maio e 3 de Junho e conta com restaurantes das cidades do Rio de Janeiro, Niterói, Paraty, Petrópolis e Angra dos Reis. 
O Festival Brasil Sabor, maior festival de gastronomia do país chega à sua 7ª edição, em maio. Promovido pela Abrasel-RJ (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), o evento, no Rio, acontece entre os dias 3 de maio e 3 de junho e reúne 33 restaurantes de cinco cidades do estado: Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Niterói, Paraty e Petrópolis.
O tema deste ano é "Quem tem boca, vai a Roma", uma homenagem à influência da cultua italiana na gastronomia brasileira. (Na foto ao lado, camarão na moranga do Canto das Canoas, na Ilha da Gipóia, em Angra dos Reis)
Durante o festival, os estabelecimentos participantes oferecerão ao público, a preços diferenciados, um prato específico com base na influência da gastronômica italiana, levando em consideração a especialidade da casa, as características e tradições de cada região. (Na foto ao lado, tapioca com bobó de cogumelos do Navegador, no centro do Rio)

Blog informa: Vem ai mais uma edição do Serra Vitis


A perfeita combinação entre vinhos e o clima da serra
Lídio Carraro é uma das estrelas do evento

Petrópolis será palco do Serra Vitis, evento enogastronômico que reunirá dois grandes restaurantes da região: o Barão, em Itaipava, e o Restaurante do Solar, do Solar Fazenda do Cedro. Segundo Beatriz Barros, gerente geral do Solar Fazenda do Cedro e organizadora do festival, o mês de maio foi escolhido porque é justamente nesta época do ano que o clima começa a ficar ameno e muito propício para estas atividades. O principal objetivo da atração, que acontece entre os dias 17 e 20 de maio, é abrir a temporada da alta gastronomia na região serrana do Rio. é abrir a temporada da alta gastronomia na região serrana do Rio.
A abertura acontecerá na noite de quinta-feira, 17 de maio, com um jantar harmonizado no requintado restaurante Barão Gastronomia, em Itaipava. No dia seguinte, dia 18 de maio, o Restaurante do Solar servirá almoço harmonizado especial, tendo a culinária grega como tema principal. No mesmo dia, o local também promoverá uma degustação de vinhos portugueses e um jantar harmonizado. Já no sábado, 19 de maio, o Solar Fazenda do Cedro realizará diversas degustações, além do jantar comentado/harmonizado com o especialista Euclides Penedos Borges.
No domingo, 20 de maio, o chef Barão, do restaurante Barão servirá um magnífico brunch nos jardins do Solar Fazenda do Cedro. Para marcar o encerramento do evento que promete começar o aquecimento para o inverno na serra carioca.
O Serra Vitis conta com parcerias como ASA Gourmet, Vinhos Penedo Borges, Vinci Importadora, Lídio Carraro (Vinícola Boutique) e Ruby Wine. Segundo os organizadores, haverá transporte gratuito para os clientes do Solar Fazenda do Cedro em direção ao restaurante do Barão.
Quem for até à Fazenda do cedro poderá provar as iguarias do Restaurante do Solar, que é especializado em cozinha mediterrânea com ênfase na culinária grega, e reserva para o  Bistrô do Cedro, um toque de fazenda, com pratos típicos brasileiros, além de fondues e racletes para aquecer as noites de frio. A adega da casa também é bem eclética e oferece boas surpresas entre os 300 rótulos nacionais e internacionais que apresenta.

SERVIÇO
Evento - Serra Vitis
Local - Solar Fazenda do Cedro e restaurante Barão Gastronomia
Data - de 17 a 20 de maio
Solar Fazenda do CEdro fica na Estrada BR 040 (Rio – Juiz de Fora) - Km 45 - Pedro do Rio, Petrópolis – RJ
Informações e reservas por meio dos telefones (24) 2223-3618 / (24) 2223-3601
Página na internet: www.fazendadocedro.com.br / e-mail: reservas@fazendadocedro.com.br
Horário de funcionamento dos restaurantes
Restaurante do Solar e Bistrô do Cedro - aberto ao público externo - não hóspede
Quinta, sexta e sábado - das 13h às 23h
Domingo e segunda - das 13h às 18h e jantar mediante reserva
Terça e quarta - mediante reserva

VALORES
Taxa de inscrição do Serra Vitis - R$ 50,00 por pessoa
Jantar Harmonziado na Barão Gastronomia - R$ 300,00 para duas pessoas
As degustações terão valores variados
As atividades estarão abertas também ao público não hóspede
Valor do menu grego - R$ 220,00 para duas pessoas
Pacote para duas pessoas - de quinta a domingo - no Solar Fazenda do Cedro a partir de R$ 780,00 incluindo café da manhã e o brunch de domingo
Pacote para duas pessoas de sexta a domingo a partir de R$ 680,00 - incluindo café da manhã e o brunch de domingo 

domingo, 29 de abril de 2012

Blog indica: Culinária Japonesa em livro


Os títulos "O livro do Sushi" e " O novo Sushi", apresentam infinidade de receitas orientais.

O LIVRO DO SUSHI
A cozinha japonesa nunca foi tão popular. Em todo o mundo encontramos não só restaurantes, mas também lojas de produtos, ingredientes e equipamentos de cozinha, além de lojas – até mesmo supermercados – que vendem pratos japoneses prontos. E o sushi é o mais popular – bocados saborosos com visual sofisticado que fazem muito bem à saúde e ao seu paladar.
Sushi-bares estão surgindo em toda parte e o sushi já figura até em cardápios de restaurantes não-japoneses. Mas, apesar de familiarizados com o sushi, pouco sabemos sobre ele. Não sabemos diferenciar um maki de um temaki, um nori de um inari. Agora isso vai mudar, pois este livro é um guia completo do sushi.
Em O Livro do Sushi, da Editora Marco Zero, os leitores podem encontrar amplo glossário de ingredientes e mais de 30 receitas, completamente adaptado para o Brasil. Além disso as técnicas e instruções são ilustradas com fotos coloridas em estilo japonês.
 Tudo o que você quer saber sobre ingredientes, tipos de sushi e como fazê-los e apresentá-los está aqui. Há uma ampla seleção de receitas deliciosas que não requerem técnicas especiais de preparo – só um pouco de paciência. Mesmo que você não cozinhe, este livro pode acompanhá-lo num sushi-bar.

Editora: Marco Zero
Título: O Livro do Sushi
Autor: Katsuji Yamamoto e Roger Hicks
ISBN: 8527903385
Nº de páginas: 80
Preço: R$ 55,90

O NOVO SUSHI
Sushi é a versão japonesa do sanduíche: bocados perfeitos que podem ser consumidos nas mais diversas ocasiões. Atualmente é popular em todo o mundo, ideal para festas ou jantares rápidos, piqueniques ou comemorações. Um prato versátil, é servido tanto em ocasiões informais como em requintadas. Seus ingredientes podem ser as tradicionais opções japonesas, ou os do sushi de fusão, preparado com ingredientes típicos de outros países e culturas.
O sushi, antes considerado um misterioso prato japonês, fez sua sensacional estreia internacional no final da década de 1980, com a realização, pela primeira vez fora do Japão, do kaiten-zushi (literalmente, sushi viajante). Desde então, sua popularidade cresceu a ponto de ele ter se tornado um fenômeno mundial e, neste século, continuou a se expandir, até alcançar cada canto do mundo. De Nova York a Moscou ou de Sidney a Estocolmo, o sushi não só é conhecido como também vem adotando ingredientes regionais, dando origem a novas versões. O sushi tem muitas facetas e pode ser consumido de várias formas: nos sushi bares, nos quais você fica na frente do chef, o sushiman, que expõe suas habilidades e espera que você reconheça seu trabalho como uma
pequena obra de arte (com um preço a combinar); nos banquetes de casamento e festivais; em reuniões familiares em um restaurante ou em casa, para marcar uma data, como um aniversário ou batismo. Também
pode ser útil em um piquenique ou no dia de praticar esportes, para um lanche ou jantar rápido e, é claro, para
servir em mesas giratórias. O sushi é uma classe à parte: é muito estiloso e, ao mesmo tempo, bem informal, e atrai as pessoas por sua forma, suas cores, seus sabores e, acima de tudo, pela sua qualidade única de permitir variações. Em suma, é um alimento variado e prático, o que lhe confere um apelo global.
Também é um alimento completo: saudável do ponto de vista nutricional, ao contrário da maioria dos lanches. Em um pequeno bocado estão presentes todos os nutrientes básicos: carboidratos, proteínas, vitaminas, entre outros. Prepará-lo em casa não é apenas simples: é muito divertido. No universo dos restaurantes, os sushimen parecem ser as pessoas mais felizes do mundo, simplesmente porque adoram preparar sushi! Ele não é apenas um prato muito gostoso, é também divertido de preparar.
A autora tentou capturar a diversidade dessa joia da cozinha japonesa, ressaltando a importância de que o peixe consumido cru deve ser de ótima procedência.

Título: O Novo Sushi
Autor: Emi Kazuko
Editora: Marco Zero
ISBN: 9788521312741
N. de páginas: 64
Preço: R$ 44,90

SOBRE A AUTORA:
Emi Kazuko vive em Londres há muitos anos. Escritora e jornalista, é também excelente cozinheira, dedicada a disseminar a culinária japonesa com a publicação de suas criações. É autora de oito livros e em 2001 foi agraciada com o prêmio de Melhor Livro de Culinária Asiática pelo Gourmand World Cookbook, com o título Japanese Food em Cooking.



Novidade: Linha de azeites gregos chega ao Brasil


Lançamento ocorreu na 2ª. edição da Olive Experience, em São Paulo

A linha de azeites Terra Creta, a mais premiada da Europa, acabou de chegar ao Brasil. O lançamento aconteceu na 2ª. edição da Olive Experience, feira internacional de azeites que ocorreu entre os dias 24 e 26 de abril no Expo Center Norte (Pavilhão Azul), paralelamente à Expovinis 2012 – 16º. Salão Internacional do Vinho.
O consumidor brasileiro terá à disposição 5 variedades do azeite Terra Creta - Orgânico, Gourmet, Gourmet Premium Extra  Virgem com Azeitonas, Gourmet Premium Extra Virgem e  Gourmet Premium Extra Virgem Spray (fotos em anexo). Todos os produtos possuem acidez abaixo de 0,5%, o que lhes garante alta qualidade. As azeitonas cultivadas são do tipo Koroneiki e crescem na região de Kolymvari, no noroeste da Ilha de Creta, reconhecida mundialmente pela excelência em azeites do tipo extra virgem.
Todos os produtos possuem o certificado DPO (Denominação de Origem Protegida), criado pelos principais países produtores – Grécia, Espanha, Itália e Portugal – para denominar azeites produzidos e envasados no local de origem das oliveiras.  Além disso, possuem rastreamento de origem. Ao digitar no site da empresa produtora (www.terracreta.gr) o número de lote do azeite adquirido, o consumidor tem acesso aos dados de colheita das azeitonas que deram origem ao produto e a todo o caminho percorrido até a chegada ao ponto de venda, em qualquer lugar do mundo.
A linha Terra Creta chega ao Brasil através da Sol Creta Importação e Exportação, empresa criada em São Paulo (SP) em 2011 com o  objetivo de aproximar gregos e brasileiros através da exportação de produtos brasileiros para a Grécia e a importação de produtos gregos para a América do Sul. Os pedidos devem ser feitos diretamente no site da importadora, tanto para pessoas físicas como jurídicas:  www.solcreta.com.br  

Receita do blog: Caldo de batata baroa com brie


Em dias frios uma sopinha ou um caldinho bem quentinho vai muito bem, não acha? Então, o blog vai ensinar uma receita bem gostosa para aquecer o seu dia. O preparo leva cerca de uma hora, mas o sabor vale cada segundo. Confira!

Ingredientes
1 ½ quilo de batata baroa
2 cubos de caldo de galinha
1 colher de chá de alho picado
1 colher de sopa de cebola picada
4 colheres de sopa de azeite
1 ½ litro de água
½ queijo brie

Modo de preparar
Em uma panela aqueça o azeite, refogue o alho e a cebola. Junte os cubos de caldo de galinha e a água. Adicione as batas descascadas e cortadas em pedaços e deixe cozinhar até desmanchar. Bata então no liquidificador até obter um creme bem liso. Se for preciso passe por uma peneira.
Se o creme estiver muito grosso é só acrescentar mais água. Se ficar ralo, volte ao fogo para engrossar mais. Corte o brie em pedacinhos e na hora de servir misture ao creme e deixe ferver por alguns minutos. Despeje em uma sopeira, e polvilhe com salsinha. Sirva bem quente.
Rendimento: 6 porções 

sábado, 28 de abril de 2012

Blog indica: Nhoque da Fortuna na S'a Carola


Conta a lenda que São Pantaleão, num certo dia 29 de dezembro, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu à porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida mas apesar disso não se importou em dividir seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um sete massinhas. São Pataleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Depois, a família percebeu que embaixo de cada prato havia dinheiro. Por isso, tradicionalmente todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro embaixo do prato e comer primeiro os sete pedacinhos em pé, fazendo um pedido para cada um deles.
O chef Marcelo Pieri -leia-se Trattoria S'a Carola - não abre mão de manter a tradição em seu restaurante, localizado no bairro do Valparaíso, em Petrópolis.
O prato, que vem ganhando adeptos durante os almoços executivos promovidos pela casa às sextas-feiras, pode ser encontrado na versão em uma versão recheada, como o de camarão, para completar o sucesso da marca. Os molhos também são um capitulo a parte: ao  sugo, molho branco, quatro queijos e bolonhesa, entre outros. Mas se você prefere o tradicional, não se preocupe. A Trattoria Carola traz o melhor da Itália para que o seu dia seja perfeito. Então, prepara-se para uma inesquecível viagem gastronômica. 

SERVIÇO
Trattoria S’a Carola
Rua Gonçalves Dias, 414 - Valparaíso - Petrópolis (RJ)
Tel: (24)2237-9562


sexta-feira, 27 de abril de 2012

Dica de leitura: Coquetéis


Editora Marco Zero lança obra com mais de 200 receitas
O coquetel é o drinque ideal para celebrar uma ocasião especial. Ele  precisa ser bonito visualmente e ter um sabor fantástico e, para isso, é necessário ter prática. De qualquer modo, tanto o iniciante como o bartender profissional, precisam ter as ferramentas adequadas à mão, inclusive um bom livro de referência atrás do balcão.
Este livro traz mais de 200 receitas, que vão desde os coquetéis clássicos até as variações contemporâneas, além de instruções passo a passo das técnicas de mistura, informações sobre os destilados  e sobre os copos e um extenso glossário sobre os termos e os ingredientes.
Os acessórios indispensáveis, tais como coqueteleira, liquidificador, coadores e dosadores, são mostrados em detalhes.
Agrupadas de acordo com o ingrediente principal – vodca, rum, uísque, tequila, brandy etc. – permitindo que o leitor escolha suas bebidas favoritas, as receitas são muito fáceis de seguir: basta ter os ingredientes e os acessórios indicados.
Após ler e praticar as receitas deste livro, o leitor estará apto a praticar a  arte de fazer coquetéis  e poderá se aventurar a preparar suas próprias variações.

Título: Coquetéis
Autora: Editora Marco Zero
Editora: Marco Zero
ISBN: 978-85-279-0462-9
N. de páginas: 160
Preço:  R$ 76,90

Dica do Blog: Delícia do New Horse


Drumete Crocante com Molho Gorgonzola, uma das delícias
que faz parte do menu do New Horse. Confira!

SERVIÇO
New Horse Club
Estrada União e Indústria, 10.973, 25730740 Itaipava
Tel: (24) 2222-6081

Bebericando. O Melhor Branco Nacional!



O vinho Maestrale Integrus Chardonnay 2010 da vinícola Sanjo foi eleito o Melhor Vinho Branco Nacional no concorrido Top Ten do Prêmio Melhores do Vinho realizado em conjunto com a mais recente edição da ExpoVinis Brasil 2012 em São Paulo, principal evento do segmento no Brasil.
Um seleto time de especialistas, incluindo representantes de Portugal e Argentina, elegeu os melhores vinhos em 10 diferentes categorias. “O Top Ten oferece um panorama dos melhores vinhos produzidos no mundo”, resume Domingos Meirelles, diretor da Exponor Brasil, organizadora do evento.
Única vínicola representante de Santa Catarina na cobiçada lista divulgada esta semana, a Sanjo comemora o sucesso do Maestrale Integrus, cuja safra 2010 representou a segunda edição lançada deste vinho branco diferenciado, elaborado pelo método de vinificação integral em barris de carvalho.
Considerada uma uva de difícil cultivo e adaptação, a Chardonnay é uma das variedades brancas mais conhecidas e apreciadas, pela sua versatilidade e capacidade de harmonização com os mais diversos pratos. Entre as suas particularidades está a capacidade de absorver, como nenhuma outra casta, as características do solo e do clima de uma região, refletindo intensamente o sistema de vinificação escolhido pelo enólogo para sua elaboração.
No caso do Maestrale Integrus, a uva traduz o valorizado terroir da Serra Catarinense, na produção de vinhos finos de altitude que destacam as singularidades da região que registra as temperaturas mais frias do país. Em relação à sua primeira edição, o vinho agregou notas mais delicadas da madeira de carvalho e um requinte ainda maior no sabor, proporcionado pela grande qualidade das uvas colhidas e o aprimoramento do método de vinificação.
O Maestrale Integrus 2010 fermentou nos barris de carvalho e permaneceu ali por mais 18 meses amadurecendo até ganhar a untuosidade e a riqueza desejadas. O enólogo da Sanjo, Marcos Vian destaca ainda o estágio do vinho nos barris de carvalho, onde permaneceu sobre as borras finas de leveduras e era temporariamente submetido a um processo de levantar as borras do fundo dos barris através de um movimento chamado de Batonage. “Este é o grande diferencial técnico deste vinho e o responsável pela sua riqueza no paladar e a complexidade dos aromas”, explica Vian.
A Sanjo Cooperativa Agrícola de São Joaquim (SC) é uma das maiores produtoras de maçãs do Brasil. A partir de 2002, a empresa passou a investir também na produção de vinhos finos de altitude, utilizando-se dos mesmos processos de qualidade e tecnologia que integram os valores essenciais de sua fruticultura.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Receita do blog: Mouse de Limão Siciliano


Bateu aquela vontade de comer com coisa doce? Então, aposte nesta receita que é bem simples de fazer, não leva mais de cinco minutos, gasta apenas três ingredientes e tem um sabor incrível. Aproveite o fim de semana sem gastar muito tempo na cozinha.

Mouse de Limão Siciliano
Ingredientes
1 lata de Creme de Leite
1 lata de Leite Condensado
½ copo de suco de Limão Siciliano coado

Preparo
Bata no liquidificador, primeiramente, o creme de leite com o leite condensado. Depois de bem misturados, acrescente o suco de limão Siciliano. Você vai notar que logo que o limão entrar em contato com os outros ingredientes, a mistura ficará mais consistente. Depois, basta colocar para gelar e, na hora de servir, use raspas das cascas para decorar. Se quiser dar um toque mais original, sirva a mouse dentro da própria casca do limão.  Rende até seis porções.

Variações
Caso não encontre o limão Siciliano, pode utilizar outros tipos de limão que fica com um sabor mais acentuado. Outra boa opção é o uso do suco de maracujá. Nesta receita não é preciso adicionar gelatina. 

Blog informa: Evento de vinhos da Europa na Locanda


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Dica do blog: Que tal um queijos & vinhos?


O OUTONO CHEGOU!
E com eles a excelente combinação entre VINHOS & QUEIJOS!!



O vinho é saboreado o ano inteiro, mas no outono/inverno com aquele friozinho, vem aquela vontade de tomar um bom vinho, encorpado, de sabor marcante e com um teor alcoólico na medida. Sem dúvida, se for ao lado de uma companhia agradável ou num bom bate papo entre amigos, fica melhor ainda.
Foram os franceses os primeiros (que se tem notícia) em apreciarem este fantástico casamento entre o queijo e o vinho. Alguns povos já o consumiam em suas mesas, porém foi especificamente na França que este hábito se tornou uma arte.
– “Para vender vinho, sirva queijo” era o ditado das vinícolas francesas, conta Flávia Medeiros, no Château Medeiros.
A harmonização de queijos e vinhos é tradicional e, por ser um produto com personalidade, sua combinação pode parecer  fácil, mas não se engane, principalmente quanto aos queijos fortes, que geralmente 'matam' os vinhos. Umas regrinhas básicas podem ajudar a conseguir uma bela harmonização entre textura e sabor:
- Quanto mais duro for o queijo (parmesão), mais tânico pode ser o vinho. As uvas são suficientemente robustas para não perder a estrutura (Pinotage, Tannat ou Carmenere);
- Quanto mais cremoso o queijo, mais acidez o vinho deve conter (Ruby Cabernet ou Beaujolais);
- Queijos azuis combinam com vinhos doces ou generosos (tais como Sauternes, Porto ou Madeira) pois equilibram a pungência destes: o Roquefort cai bem com Sauternes, o Gorgonzola combina com tintos potentes (como o Tannat);
- Queijos frescos e sem casca, como os cremosos, o mascarpone ou a mozarela pedem vinhos brancos leves ( Riesling ou Chardonnay), rosés ou tintos (Sangiovese);
- Queijos macios (Cammembert, Brie e Gouda) vão bem com vinhos tintos de classe e mesmo brancos (Chardonnay ou Pinot Noir);
- Os queijos mais suaves, do tipo Emmenthal e Gruyère, aceitam vinhos tintos pouco tânicos, suaves (Merlot, Pinot Noir, Beaujolais);
- Queijos de massa mole (como os frescos de cabra e a ricota) combinam com vinhos brancos leves e aromáticos (Viognier, Sauvignon Blanc, Chardonnay ou Rielsling). 
Enfim, acompanhado de queijo ou comida “inadequada”, um bom vinho perde muito de suas virtudes. Da mesma forma o prazer de saborear uma ótima especialidade culinária pode ser comprometido pela má escolha do vinho. Por isso, é importante estar atento à harmonia dos pratos com o vinho.
Essa é a Dica da Château Medeiros para o seu Outono!! Tim Tim...
CONSULTORIA: Flávia Medeiros, do Château Medeiros 

terça-feira, 24 de abril de 2012

Dica do blog: Dieta atlântica


Chef Lino ensina receita tradicional da Espanha

Um estudo desenvolvido em Portugal revelou que a dieta atlântica, praticada nos países europeus, ajuda a reduzir o risco de enfarte. Do total de três mil voluntários seguidores da dieta, 33% demonstrou o menor risco de enfarte, conforme relata a pesquisa da Universidade de Porto. Os principais adeptos estão situados no norte de Portugal e na Espanha, e consomem peixe, carne e produtos lácteos. Aproveitando sua última visita à Espanha, Chef Lino, proprietário há 25 anos da cantina Bella Itália, de Bragança Paulista/SP, aprendeu uma receita tradicional da região de Málaga: tapas de pimentão recheado.
Conhecidos como uma pequena porção de prato, os tapas fazem parte da cultura gastronômica da Espanha. Confira uma receita fácil e rápido de fazer:

PIMENTÕES RECHEADOS
Ingredientes (4 pessoas):
4 pimentões verdes pequenos
400 g de carne de frango moída ou picadinha
 2 fatias de bacon picada
 100 g de cogumelos frescos
 1 dente de alho picado
 1 colher de azeite
 2 colheres de salsinha picada
 250 ml de molho de tomate pronto

Modo de Fazer:
Coloque o azeite em uma frigideira e refogue os pedacinhos de bacon. Na sequência misture a carne de frango, refogando por quatro minutos e mexendo sempre para deixá-la bem solta. Junte os cogumelos fatiados e tempere tudo com sal e pimenta-do-reino a gosto. Depois de mais três minutos, acrescente a salsinha e duas a três colheres de molho de tomate, para dar mais cor e consistência à mistura. Aguarde mais três minutos, desligue e deixe esfriar um pouco.
Abra uma tampa na parte mais larga do pimentão e extraia as sementes com cuidado para não rachá-lo. Recheie totalmente os pimentões, acomode-os em uma pequena travessa, regue mais um pouco do molho de tomates sobre eles e leve ao forno por 20 minutos aproximadamente.
No prato acompanhe com arroz branco e alguns brócolis saltados no alho e óleo.

Sobre o Chef Lino:
Chef Lino, que atua com a gastronomia italiana, é formado pela Escola Alberghiera Santa Marta, em Pesaro, na Itália. Há mais de 25 anos é proprietário da Cantina Bella Itália, situada em Bragança Paulista e seguidora dos costumes e tradições trazidos da região molisana.  Atualmente, é Presidente da Associação de Bares e Restaurantes Sabores de Bragança e Presidente do Conselho Municipal de Turismo da cidade. É autor do livro “Histórias e Receitas dos Sabores de Bragança” e leciona cursos para garçons. Além disso, foi o Chef Revelação da Feinco 2011 (Feira Internacional de Caprinos e Ovinos).  Suas receitas e programas podem ser acessados através do site: www.saboresdebraganca.com.br.

Vinícolas Sanjo e Villaggio Grando na Expovinis 2012


SANJO: Origem valorizada

Destaque do valorizado segmento de vinhos finos de altitude produzidos na Serra Catarinense, a vinícola Sanjo, apresenta as novidades de sua produção durante a Expovinis 2012, um dos mais importantes eventos mundiais do mercado de vinhos, que acontece de 24 a 26 de abril em São Paulo.
Com uma produção vinícola iniciada em 2002, a Sanjo trouxe para os seus vinhos a tradição de uma empresa fundada por imigrantes japoneses, que alcançou a excelência agrícola de ser atualmente uma das cinco maiores produtoras de maçãs do Brasil.
Contando com o apreciado terroir proporcionado pela região de São Joaquim, com uvas plantadas a uma altitude de 1000 à 1400 metros, em uma área com grande amplitude térmica e que registra algumas das temperaturas mais frias do país, os vinhos da Sanjo alcançaram posição de destaque, como os premiados rótulos Núbio Sauvignon Blanc 2011 e o Maestrale Chardonnay 2010.
O investimento em uma nova unidade vinícola no ano passado, com capacidade de armazenar mais de um milhão de garrafas, deu à Sanjo a autossuficiência em todas as etapas de sua produção, consolidando as premissas de controle total e qualidade superior desde a colheita das uvas até a chegada dos vinhos ao consumidor.
A adoção de uma nova identidade visual imprimiu uma característica de identidade própria aos rótulos dos vinhos da Sanjo e pode ser conferida em lançamentos como o Núbio Vivaro 2008, um vinho licoroso, doce e natural, obtido a partir da pacificação das uvas no próprio vinhedo, e o espumante Maestrale Rosé Brut, safra 2008, que atesta a valorização obtida pelos espumantes brasileiros no exterior.
A Sanjo Cooperativa Agrícola de São Joaquim (SC) é uma das maiores produtoras de maçãs do Brasil. A partir de 2002, a empresa passou a investir também na produção de vinhos finos de altitude, utilizando-se dos mesmos processos de qualidade e tecnologia que integram os valores essenciais de sua fruticultura.

Villagio Grando : Expo Boutique
Dedicada a um conceito boutique de produção que resulta em vinhos especiais e com tiragens limitadas, a Villaggio Grando apresenta o seu portfolio de vinhos finos de altitude durante a Expovinis 2012, um dos mais importantes eventos mundiais do mercado de vinhos, que acontece de 24 a 26 de abril em São Paulo.
Localizada no município de Água Doce, nos campos de altitude de Santa Catarina, a Villaggio Grando é uma vinícola de origem familiar que se diferencia pelo intenso trabalho de pesquisa vitivinícola e no estabelecimento de parcerias com grandes especiaistas internacionais em cultivo e produção de vinhos. 
Uma filosofia de excelência na produção que permitiu à vinícola introduzir com sucesso o cultivo de novas variedades de uva em solo brasileiro e transformá-las em vinhos exclusivos de alto padrão, aproveitando ao máximo o terroir singular da região onde cultiva os seus 42 hectares de uvas finas.
O resultado pode ser conferido em vinhos singulares como o Innominabile, resultado da mistura de sete castas diferentes de uvas, onde 20% de cada safra é guardada para ser misturada à safra seguinte; o Colheita Tardia que reúne uvas francesas do tipo Petit Manseng e Gros Manseng - pouco conhecidas no Brasil - colhidas já desidratadas.
No âmbito das parcerias internacionais, a vínicola lançou o Além Mar, um típico vinho lusitano, produzido ao lado do renomado enólogo português Antonio Saramago. Recentemente, a Villaggio Grando passou também a produzir um ainda inédito vinho Malbec na região de Mendonza na Argentina, reconhecida pela excelência nesta variedade de vinho – contando com a colaboração da renomada enóloga local Adriana de La Mota.
A vínicola também atua na linha de frente da valorização internacional dos vinhos espumantes brasileiros, em rótulos como o Brut, Brut Rose e Demi, todos da safra 2011, que vem recebendo ótima aceitação entre os especialistas e o público em geral.


A Vinícula
Localizada no município de Água Doce, nos campos de altitude de Santa Catarina, a vínicola Villaggio Grando reúne características ímpares de solo e clima, próprios para o desenvolvimento de seus vinhedos. São 42 hectares e 13 variedades de uvas, cultivadas em harmonia com à natureza, para a produção de vinhos tintos, brancos, rosé e espumantes em tiragens limitadas, que traduzem o terroir autêntico de umas das regiões mais frias do país. 

SERVIÇO
16 Salão Internacional do Vinho – Expovinis 2012
De 24 a 26 de abril
Das 13 hs as 21hs (profissionais) e a partir das 17 hs (consumidores)
Expocenter Norte – Rua José Bernardo Pinto 333, Vila Guilherme
Pavilhão Azul – São Paulo
www.exponor.com.br

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Bebericando. Chá branco com lichia, tomilho e abacaxi





Recebemos uma receitinha de Chá branco com lichia, tomilho e abacaxi. A bebida possui poder diurético e digestivo além de ser muito saboroso. Exagerou no fim de semana e no feriado? Então, aproveite e dica e depois me diga o que achou.

INGREDIENTES:
- 1/2 abacaxi peróla médio maduro  picado em cubos pequenos (350 g)
- 12 ramos de tomilho limão
- 1 embalagem de Chá Branco com Lichia Feel Good gelado (1L)

MODO DE PREPARO:
Distribua em 4 copos os cubos de abacaxi, os ramos de tomilho e macere-os com a ajuda de um socador. Complete os copos com o Chá Branco e sirva com pedras de gelo.

RENDIMENTO: 4 copos    
                                                                                        
TEMPO DE PREPARO.10 MINUTOS                   

Informação Nutricional – 1 copo

Valor calórico
50,4 g
Carboidratos
12,5 g
Proteínas
0,6 g
Lipídios
0,6 g
Fibras
2,2 g

Fonte: Máxima Assessoria

Dica do blog: Decore seus pratos!


A montagem levou cubos de kiwi, melancia e queijo

O barato de você circular pelas redes sociais é que vira e mexe sempre aparece algo diferente. Foi o que aconteceu comigo. No Facebook encontramos uma página que mostra exatamente a criatividade de quem elaborou e de quem fotografou os pratos. Sugestões bem simples, que você pode fazer como proposta para as crianças ou mesmo para fazer para seus convidados curtirem. Então, não perca tempo: arregace as mangas e mãos à obra!

Na primeira foto, um ouriço feito de melancia com detalhes em uvas. À direita, um polvo de
 massa decorando um ramequim com consumê. Abaixo, sanduíche de pão para crianças, 
decorado com salaminho,queijo e azeitona. Ao lado, ovo frito decorado com ketchup.

Fotos: iPickChic / www.ipickchicken.com 

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Água na boca: Caipisaquê com Lichia e Lula à Dorê



Nosso amigo Gil Jorqe, proprietário do quiosque mais badalado de Paraty, que fica na Praia da Jabaquara, enviou uma receita deliciosa de Caipisaquê com Lichia que pode – e deve –ser uma ótima opção para curtir o feriado. De quebra, e só para deixar a gente com água na boca, ele mandou foto da bebida acompanhada por generosa porção de Lula à Dorê que também vai nos ensinar a preparar.  
No quiosque Biruta Grill, conhecido por toda Paraty, Gil oferece pratos deliciosos à base de lagosta, camarão e lula além de uma infinidade de peixes. Os que são assados na folha de bananeira são os nossos preferidos e ainda vem acompanhados por uma farofa de camarão que é única! Na listas dos preferidos destacamos o Filet de Linguado na manteiga com alecrim e alcaparra, Salmão com Maracujá, Spaguetti com Frutos do Mar, e uma  Picanha maturada com os devidos acompanhamentos que ninguém consegue resistir.
Gil, que já foi dono de bares em São Paulo, recebe os amigos sempre de braços abertos e sempre tem uma receita nova para apresentar. Uma das últimas que provamos foi um drinque que tirou o segundo lugar no concurso promovido pelo Festival da Cachaça de Paraty, batizado da "Maraculoco", que ele vai ensinar em outra oportunidade. Agora, com exclusividade, que venha o Caipisaquê com Lichia com Lulas à Dorê crocantes!

CAIPISAQUÊ COM LICHIA
Ingredientes
3 lichias em calda;
uma pitada de açúcar;
3 a 4 colheres da calda da lichia;
2 doses e 1/2 de saquê;
uma rodela de laranja;
Preparo
Coloque as lichias numa coqueteleira com o açúcar e macere bem. Acrescente a calda, o saquê e o gelo. Coqueteleire até as mãos ficarem geladas. Num copo previamente preparado, coloque a laranja, despeje o drinque e fique alegre. Se quiser, faça um enfeite, conforme mostramos na foto.

ACOMPANHAMENTO
A Lula à Doré
Segundo Gil é muito simples.  Corte a lula em rodelas não muito finas, passe-as no ovo já temperado e, em seguida, na farinha de trigo. Com uma peneira, retire o excesso da farinha e jogue no óleo bem quente. Depois, basta de deliciar. Bom feriado!

SERVIÇO
Biruta Grill
Avenida do Jabaquara, 8° quiosque, Praia da Jabaquara,
Paraty – RJ
Tel: (24) 3371 1911
Crédito da foto:  Cristiana Scarano

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Blog indica: Oficina de Pizzas Goumert


O chef Pedro Pernambuco estará ministrando oficinas de Pizzas Gourmet em forno a lenha no Espaço Breeders' em Secretário. Além dos cursos, o Espaço Breeders' está disponível para eventos, almoços e jantares. Quer fazer um rodizio de pizzas gourmet com Pedro, mas não tem forno a lenha?  Hoje você pode fazer seu evento, reunião, comemoração no Breeders' com Pedro Pernambuco. 
INFORMAÇÕES pelo e-mail: breederscafegourmet@gmail.com
ou pelo telefone (24) 9296-7864

Receita enviada ao blog: Muffin de laranja com cenoura


Uma receita prática e deliciosa para as crianças à base de soja foi enviada ao blog por Gisele como sugestão para o final de semana. Confira!   

INGREDIENTES
- 1 ovo
- 1 xícara (chá) de açúcar (160 g)
-1/2 xícara (chá) de óleo de girassol (100 ml)
- 1 xícara (chá) de Soyos Sabor Laranja com Cenoura (200 ml)
- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada (240 g)
- 1 colher (sopa) de fermento em pó

MODO DE PREPARO
Bata o ovo com o açúcar até que fique esbranquiçado e fofo. Acrescente o óleo e bata novamente. Junte o Soyos e misture bem. Adicione aos poucos a farinha de trigo junto com o fermento e  mexa até ficar homogênea.
Distribua essa massa em forminhas de papel manteiga de muffin (5 cm de diâmetro por 4 cm de altura) e coloque-as dentro de forminhas de alumínio (no tamanho que elas se encaixem). Asse em forno médio (180°C) pré-aquecido por cerca de 20 minutos ou até dourarem. Espere esfriar e sirva na hora do lanche.
RENDIMENTO.: 10 unidades                                                                                         
TEMPO DE PREPARO.: 15 MINUTOS                 

Informação Nutricional – 1 porção
Valor calórico
231 kcal
Carboidratos
35,9 g
Proteínas
3,5 g
Lipídios
8,9 g
Fibras
0,7 g

Fonte: Máxima Assessoria