sexta-feira, 22 de abril de 2016

Sabores do Brasil

Feijoada vegetariana é um dos pratos elaborados pelo Barão.


Culinária brasileira é uma grande mistura de tradições, ingredientes e alimentos que foram introduzidos não só pela população nativa indígena, como por todas as correntes de imigração que ocorreram no período, a começar pelas especiarias e gostos culinários introduzidos pelos portugueses, na descoberta do Brasil, em 22 de abril de 1500.
Cada região do país tem sua peculiaridade gastronômica e sua culinária adaptada ao clima e à geografia. Devido às diferenças de clima, relevo, tipo de solo, vegetação, e povos habitando uma mesma região, é muito difícil estabelecer um prato típico brasileiro. Então, para homenagear essa data ímpar no calendário brasileiro, apresentamos criações de grandes chefs e renomados estabelecimentos que traduzem a essência do povo brasileiro. 



Na Região Serrana, o renomado chef Barão, que já trabalhou ao lado de Claude Troisgros e no Copacabana Palace, e hoje comanda as caçarolas do Barão Gastronomia Atelier em Itaipava, preparou o menu “O Brasil de mil e quinhentos temperos”, em homenagem ao Descobrimento do Brasil, no dia 22 deste mês. O jantar será oferecido entre os dias 21 e 23, com um toque especial - em pedras brasileiras. As boas vindas são dadas com o menu degustação tendo como entrada um drink de cupuaçu com abacaxi e alecrim. O primeiro prato é o Indígena com aipim frito, linguicinhas de porco com chuteney de cebola e maçã, chips de banana, charutinhos de taioba recheado com carne seca. O segundo prato é o Rústico Brasileiro – cauda de jacaré ao molho de ervas de montanha com mini legumes orgânicos. A Caça dos Índios foi escolhido como terceiro prato e é um pato ao molho de figo, arroz com amendoim e um feixe de acelga, alho poro e couve. O Brasileiríssimo – doce de jabuticaba, doce de laranja, doce de limão doce de goiaba e carambola, fecha o fim de semana gastronômico. O menu especial custa R$135,00.



Um dos o pratos mais famosos da culinária brasileira é, sem dúvidas, representado pela feijoada. Então, para homenagear a data, o Spa Serra Morena, localizado na serra de Petrópolis, em meio à exuberante Mata Atlântica, criou uma versão light  da Feijoada: a Feijoada  Vegetariana. É o sonho de qualquer amante de comida brasileira, que deseja saborear a comida típica, ao mesmo tempo se mantendo fiel a sua dieta e estilo vegetariano. "Algumas pessoas escolhem provar a feijoada vegetariana por ser uma opção menos calórica", destaca Maria Elisa Duarte, diretora do Spa Serra Morena. Ao comer a feijoada vegetariana, que acompanha arroz integral, couve orgânica, cenoura, batata baroa, feijão vermelho e soja, a pessoa fica sem aquele peso de ter comido além da conta, colocando em risco a dieta.  





Serviço:
Barão Gastronomia AtelierEstrada da União Indústria, 13581/ Itaipava/ Petrópolis
Tel.: (24)2222-2669  






quinta-feira, 7 de abril de 2016

Barão comemora ano novo tailandês em grande estilo

O chef Barão, na Serra, comemora o Songkran: O Ano Novo Tailandês - Foto: Maria Mattos 



Três dias de celebração com reverência a Buda, visita aos templos e muita água. Do dia 13 a 15 de abril, no calendário gregoriano, é comemorado o SongKran, nome milenar para o Ano Novo tailandês, também conhecido como a festa das águas. Na ocasião, algumas ruas principais do país são fechadas e servem de palco para divertidas guerras de água. 

Aqui na Brasil, o renomado chef Barão, que já trabalhou ao lado de Claude Troisgros e no Copacabana Palace, e hoje comanda as panelas do Barão Gastronomia Atelier e Barão Bistrô, em Itaipava, região serrana do Rio de Janeiro, foi buscar inspirações tailandesas e criou um menu personalizado para comemorar o Songkran: O Ano Novo Tailandês, que serão servidos durante o mês de abril.

A riqueza dos ingredientes, o requinte da apresentação e o delicioso aroma desta que é uma das culinárias mais ricas de todo o Oriente vão te conquistar. A começar pelas entradas: o tradicional Sim Tam - salada de mamão verde, e o famoso arroz frito com abacaxi e camarão, chamado de Kao Pad sapparot. No rol das especialidades encontradas em Bangkok entra em cena Pad Thai, a sugestão é feita com macarrão de arroz, brotos de feijão e frutos do mar. Já na ala doce, a sugestão fica por conta do Khao neeo mamuang, feito a base de arroz doce com coco e manga. Os pedidos chegam em porções generosas por (R$158,00).

Serviço:
Barão Gastronomia Atelier: Estrada União Indústria, 13581/ Itaipava - Petrópolis 

terça-feira, 5 de abril de 2016

Doces para todos os gostos e orçamentos

Quando se fala em doce verdade seja dita: o assunto dá água na boca! E em tempos de ‘crise’, onde a grana anda curta, o que não faltam são opções deliciosas, criativas e que cabem em qualquer festa e orçamento. Afinal, independente de qualquer situação, não podemos nunca deixar de celebrar as coisas boas da vida. E assim elas nos aparecem diariamente: doceiras, confeiteiras e profissionais que despontam no mercado mostrando toda sua garra, determinação e amor pelo que realizam. Resolvemos nesta edição especial apresentar os doces que estão em alta na cidade.

 Torta de Maçã: um caso de amor!

Produzida pela Dona Sophie Doces, a tortinha de maçã é o carro chef da doceira

A combinação das frutas em harmonia com os doces sempre resulta em sobremesas equilibradas, leves e deliciosas. Além do contraste de sabores, são ideais para frequentar as mesas de todos os tipos de eventos e festas. Adriana conta que foi passando por sérios problemas de saúde que surgiu a receita da tortinha de maçã, hoje, carro chefe da sue empresa, a Dona Sophie Doces. A famosa tortinha é elaborada com ingredientes nobres e de forma artesanal. A massa é sutil e desmancha na boca e o recheio de maça é algo indescritível. Podemos dizer que degusta-la é algo mágico, pura alegria, que vem logo na primeira mordida!
“Faço meus doces como se fosse pra mim: leves, saborosos e criativos. Acredito que esse seja o segredo do sucesso”, revela. Os doces da Dona Sophie foram destaque no evento “Mulheres Apaixonadas”, realizado no Dia Internacional da Mulher, no Espaço Duda Fashion, e todo mundo só fala deles!


Naked cakes: Quem disse que bolo não tem beleza interior?

 Naked Cake por Bella’s Confeitaria

Ela sempre foi criativa e gostou de cozinhar até chegar aos doces. Então descobriu sua verdadeira vocação: tornar-se uma confeiteira. Não precisou muito para que a jovem empreendedora Isabella Carvalho descobrisse a receita do sucesso. Investiu em cursos, se capacitou, arregaçou as mangas e criou sua marca, a Bella’s Confeitaria, que além de produzir todos os meses no ano, também investe em datas especiais. A última Páscoa foi um exemplo generoso. Atenta às tendências, ela investe fundo  nas festas e na produção de Naked Cake (um tipo de bolo que não leva cobertura e que vem ganhado espaço em casamentos e festas em geral
“Os naked cakes preferidos dos meus clientes são os que levam recheio de brigadeiro branco e preto, creme de quatro leites, beijinho de coco, doce de leite ou uma saborosa ganache de chocolate. Além variar o sabor da massa, do recheio das frutas que o decoram, os nakeds também podem ser fabricados em versão mini, como forma de presente em casamentos e festas de 15 anos”, enfatiza.


Brownies, os queridinhos

 Casquinha crocante e textura macia: não há quem resista!

A jovem Carine Moulin é quem responde pelo famoso Moulin Brown. Esperta e antenada, contou que o negócio surgiu quando tinha 15 anos. “Resolvi levar meu brownie pra a escola no ensino médio e, a partir dai, não parei mais”, orgulha-se. O doce que hoje em dia é o queridinho de festas, casamentos e eventos ganhou seu diferencial pela praticidade de ser degustado sem precisar de prato e talher.
Atualmente, a Moulin Brown possui cinco sabores: tradicional, nutella, doce de leite, brigadeiro e paçoquita, mas em breve a doceira adianta que lançará mais dois, além de um produto feito a partir do brownie. Segundo Carine, o que faz seu produto ser tão especial é qualidade dos recheios, a casquinha crocante por cima e a textura macia da massa por dentro.
Outra característica da empresa é a participação em festas e eventos, dentre eles as inaugurações da Carmen Steffens e Close for us, e o lançamento de coleção Charlotte. Além de marcar presença em várias edições de Food Truck na cidade, foi convidada a participar do evento de cerveja “Deguste", que ocorrerá até o final deste ano, sempre no segundo sábado de cada mês na Praça da Águia. E isso é apenas o começo!


Abacaxi com coco: livre de culpas

O docinho faz bonito em todas as festas 

O docinho faz bonito em todas as festas Sabe aquele docinho que tem gosto de infância e de férias? O abacaxi com coco é, indiscutivelmente, a união de sabor que remete a todas as lembranças de momentos especiais. Aparentemente parece simples de fazer, mas requer habilidade e precisão na hora do ponto.  Essa é a proposta da nutricionista Cristina Felix – leia-se Farinha do Bem –, que já foi destaque em nossas matérias. Ela traz para os petropolitanos produtos para quem sofre de restrição alimentar, visto que grande parte da população atual apresenta intolerância ou sensibilidade a substâncias como glúten e lactose.
Formada pela UERJ, Cristina trabalhou na área de restaurantes por anos, mas acabou se apaixonando pela fabricação de produtos de panificação, confeitaria e congelados que pudessem fazer diferença na vida das pessoas. A sementinha da Farinha do Bem foi plantada em 2013 com muitos investimentos em testes de produtos e somente dois anos depois, em 2015, surgiu a ideia de montar uma cozinha exclusiva para a confecção de glúten free, livre de contaminações.
O docinho de abacaxi com coco é um clássico que passa com personalidade por todos os tipos de festa. Além dele, Cristina também elabora outros tipos de acordo com o gosto dos clientes. E se depender dela, ninguém fica de fora na hora de degustar um delicioso doce. 
  
Cupcakes, os famosos bolinhos individuais

Os cupcakes produzidos por Fabi Baltar são verdadeiras obras de arte

Bolo de copo, bolo de forminha... Quem nunca ouviu falar dos famosos cupcakes? Os mini bolos individuais nunca estiveram tão em moda e podem ser uma ótima alternativa para sua festa pois além de preencherem a mesa de doces, podem ser empilhados de forma que representem o grande bolo clássico, o resultado é encantador além de combinar beleza e sabor. Foi de forma despretensiosa que a educadora Fabiani, ou Fabi, como é conhecida, começou a elaborar bolos para familiares e amigos e não demorou muito para ficar conhecida e abrir um ponto de vendas, a loja “Eu quero Brigadeiro”, que trabalha com quase todos os tipos de doces e bolos para festa, com destaque para os cupcakes. “O diferencial do nosso produto está na forma como lidamos com o cliente, oferecendo produtos confeccionados com qualidade, que é imprescindível para nós”, comenta. A empresária do ramo da confeitaria lembra que outra vantagem dos cupcakes é a grande variedade de sabores disponíveis podendo agradar a diferentes gostos em uma única sobremesa. Segundo ela, os cupcakes também entram no contexto de decoração da festa ou evento pela infinidade de formas e coberturas que são facilmente adaptadas ao tema escolhido pelos clientes.
“Em 2015 representamos nossos doces em uma exposição que ocorreu no Shopping Bauhaus no mês das mulheres que foi um verdadeiro sucesso. Não há quem resista aos saborosos cupcakes”, orgulha-se.

 Brigadeiro: festa o ano inteiro

Na busca pelo refinamento, o acabamento do brigadeiro
passou a ter uma atenção especial.

Dá para imaginar uma festa sem brigadeiro? E a resposta é não! O brigadeiro deixou de ser uma exclusividade das festas infantis e ganhou as mesas mais refinadas. Para isso, o doce genuinamente brasileiro ganhou variações e sabores para todos os paladares. E foi devido ao sucesso de seus doces que Thais Dutra, que ama o que faz, resolveu abria a Brigaderia Imperial, empresa que surgiu em 2014 e que vem ganhando espaço no cenário petropolitano por seus brigadeiros gourmet produzidos 100% de forma artesanal elaborados com matéria prima de excelente qualidade, a começar pelo chocolate. “Fazer um brigadeiro é como esculpir uma joia. É preciso o máximo de atenção, cuidado e carinho para que o resultado final proporcione ao cliente um deslumbre não apenas visual, mas um sabor inesquecível”, afirma.
Irresistível e prático, o brigadeiro é aquela escolha certa que agrada a todos os paladares e sempre arranca suspiros e sorrisos quando se dá a primeira mordida. Como diria a empresária dos brigadeiros: “A vida é curta, comece pela sobremesa”.

Pastel de Belém invade as festas

O doce tão apreciado e cheio de segredos

Dos doces portugueses, indiscutivelmente, o pastel de Belém, é o mais conhecido, pois teve sua origem nos mosteiro de Jerônimo, em Belém, hoje um bairro de Lisboa. A receita é do século 19 e foi uma das formas que os monges encontraram para aproveitar as gemas que sobravam da produção de hóstias, feitas com clara de ovo e farinha de trigo. O doce que é cercado de mistério no preparo foi parar na vitrine de uma confeitaria de Petrópolis, a Panificação D. Laura, cujas proprietárias que são descendentes de portugueses resolveram homenagear a avó com essa iguaria. “Existe um segredo, sim. Não se trata de um ingrediente secreto, mas da forma de fazer o doce”, afirmam. O recheio é feito com gemas de ovo, açúcar e leite, um trio típico da confeitaria portuguesa, podendo ser aromatizado com raspas de limão ou baunilha.
A novidade lançada em primeira mão em nossa reportagem é que agora o pastel de Belém também passará a ser fabricado em versão menor, ideal para festa (foto), sendo o único da especialidade em Petrópolis.
  
Palha italiana gourmet, um luxo!

O doce ganhou nova versão e sabores inusitados, como o  de churros

Bianca Armbrust, como a maioria das doceiras, começou pelos brigadeiros. Foi no tempo em que estava na faculdade, em 2013, que ela abriu a Bigadeiros. Os doces que já faziam sucesso nas festas de família foram parar na universidade onde os pedidos de amigos se multiplicavam. “Quando vi, estava completamente apaixonada pelo trabalho”, lembra com emoção. E mesmo depois de estar formada em Psicologia, ela continuou a investir na empresa passando a criar outras delícias com características próprias, como bolos artesanais e palhas italianas, todos elaborados com ingredientes da melhor qualidade, com atenção especial ao acabamento e a embalagem. A palha italiana, que é destaque nesta matéria, é algo surpreendente. A gente come com os olhos e não tem ideia do que está degustando. Ela conseguiu tornar o doce gourmet, ou seja, do brigadeiro tradicional até a palha de churros. Ela também investe em sabores inovadores como Ovomaltine, Churros, Galak com Oreo, Leite Ninho com Nutella, entre outros.
“Estamos sempre inovando e renovando nosso cardápio. Além disso, trabalhamos com dedicação e amor. Amar o que faz é refletido no resultado do trabalho”, orgulha-se a empresária, que em 2015 participou de três edições do Food Truck Imperial. E isso é apenas o começo!

Chiques, finos e fondados

 O doce ganhou nova versão

Rita de Cássia Oliveira aprendeu a fazer doces com sua mãe, ainda na infância, quando descobriu um talento nato. Com o passar dos anos, foi aperfeiçoado técnicas, fazendo experimentos e em 2005, após deixar um trabalho em outro ramo, é que resolveu retomar sua antiga paixão. Não demorou para que os amigos aprovassem seus produtos e indicassem para outros amigos e, assim, sem a nenhuma pretensão e com os pedidos chegando, ela abriu a Tudo de Bom.
“Dentro de um leque de produtos variados uma de nossas especialidades são os doces finos e os doces fondados, eles são os preferidos”, conta. Mas não para por ai. Rita também elabora trufas, bombons, doces de chocolate entre outras especialidades que falaremos em outra oportunidade.




Tapiocas: aliadas da boa alimentação


Elas agora também podem frequentar suas festas!

Frango, queijo, banana, chocolate, amendoim... doces, salgadas, com ou sem lactose... A infinidade de sabores é imensa e o produto um só: tapioca.
A iguaria tipicamente brasileira de origem indígena, feita com a fécula da mandioca e enquadrada na culinária nordestina vem ganhando cada vez mais o paladar do brasileiro que busca opções saudáveis, sem perder o sabor. Do café da manhã ao jantar a tapioca vem trazendo benefícios ao corpo humano visto que com a ausência do glúten em sua composição ajuda a acelerar o metabolismo, diminuindo o inchaço e auxiliando no emagrecimento.  
O produto chamou a atenção das irmãs Tânia e Cláudia Kreischer de Gusmão. Não demorou muito para surgir a ideia do negócio, visto que em Petrópolis não existia nenhuma loja exclusiva de tapiocas, ou seja uma  Tapiocaria. Então, munidas de muita disposição, investiram em cursos e treinamentos com a Chef Ana Salles onde receberam todas as técnicas de manuseio do alimento. Juntas, elaboraram uma gama de sabores doces e salgados que podem ser combinados entre si dando a liberdade do cliente montar sua própria tapioca. Assim nasceu A Tapiocaria e Café, fazendo dessa iguaria uma opção para o dia a dia dos petropolitanos através de um conceito de atendimento personalizado.
“A diversidade de combinações é algo que vai da criatividade e gosto do cliente, há quem já tenha combinado sabores um tanto exóticos como carne seca e banana ou queijo coalho com leite condensado”, lembrou Cláudia ao citar outras opções disponíveis como gorgonzola, tomate seco e muçarela de búfala, além de complementos especiais como a pasta de berinjela ou a geleia de pimenta que não podem faltar.
E qual a preferência dos petropolitanos? Perguntamos por curiosidade. E a resposta veio imediata: “Frango com creme de palmito, carne seca com creme de mandioca ou nutella com banana ou nutela com kinder”, revelaram. Mas as novidades não param por ai.
A queridinha crepioca (massa feita a partir da goma de tapioca com ovo e aspecto de crepe), também chegou ao estabelecimento e, atualmente, é um dos carros chefes da casa. Neste mês, atendendo a uma reivindicação dos clientes, ela também será uma das opções de almoço e será acompanhamento por salada. “Estamos sempre inovando, nossos clientes sempre sugerem novas alternativas, já desenvolvemos até massas caseiras para tapioca saborizadas artesanalmente com espinafre, beterraba e cenoura”, lembrou Cláudia.
Tanto a tapioca quanto a crepioca são indicadas por médicos e nutricionistas para quem deseja levar uma vida mais saudável. Para treinos pesados e ‘malhação’, os mais procurados são os recheios a base de pasta de amendoim, whey protein, ovos mexidos e frango. No local também é possível fazer uso de opções sem glúten e lactose, e de tornar seu pedido funcional acrescentando chia ou linhaça no preparo, que também promovem saciedade.

Delivery
Pensando sempre no conforto e comodidade dos clientes, A Tapiocaria e Café oferece o serviço de delivery, recebendo encomendas por telefone e entregando em todo centro histórico no período de 10h às 18h.

Tapioca em eventos
A Tapiocaria e Café abriu suas portas em agosto de 2015 e antes mesmo de completar seu primeiro aniversário, já começassem a surgir convites para aniversários, casamentos e eventos corporativos. Para atender a este setor, as proprietárias investiram em uma estrutura que pode ser montada em qualquer ambiente.
“Montamos uma estação de tapioca que atende bem a todo tipo de público. Nela, os convidados podem degustar porções elaboradas em tamanho diferenciado com os recheios escolhidos. Pedimos que nos contratem no máximo com uma semana de antecedência”, esclarecem.
Atualmente, A Tapiocaria e Café faz parte de um buffet de Petrópolis e o objetivo, de acordo com as proprietárias, é sempre inovar adaptando o estilo de vida, os gostos e as preferências dos clientes aos produtos que elas oferecem.

Serviço
A Tapiocaria e Café
Rua Dr. Nelson de Sá Earp nº 43, Centro, Petrópolis

Telefone: 2237-0542

Gastronomia japonesa: a tradição nipônica em sua mais saborosa forma

Chef Nunes San

por Anna Paula Di Cicco
Cores, formas, sabores, texturas... São inúmeros e deliciosos adjetivos que decifram a gastronomia japonesa. Essa cozinha, cheia de rituais, faz jus à tradição milenar que é repleta de detalhes e por isso tão valiosa e respeitada por todas as gerações.
Mas nem só para os japoneses brilham os sushis! A culinária que não era tão apreciada a cerca de duas décadas atrás, hoje já caiu no gosto do brasileiro e tem feito cada vez mais parte das refeições rotineiras. A popularidade do menu é tamanha que os sushimans têm buscado criar sempre novidades para a clientela, como as variações com bananas, couve e cream cheese, entre outros.
E já que o assunto é comida japonesa e tradição, nada mais tradicional no Valparaíso do que o Kinpai. Há quase dez anos no bairro, o restaurante japonês é um dos charmes que compõem o cenário do Polo Gastronômico de Petrópolis. Cheio de detalhes, tal qual a tradição nipônica requer, o ambiente é uma pequena viagem a terras orientais.
Uma ponte de arquitetura oriental que atravessa um laguinho de carpas é o cartão de boas-vindas. Dentro, bambus, cerâmicas, quadros, iluminação e tudo que protocola um típico restaurante japonês. Na lista ainda podemos incluir as mesas em uma sala mais reservada, aquelas tradicionais, onde os clientes comem sem sapatos e sentados em tatame.
Tanto cuidado não se resume apenas à decoração. O ápice do Kinpai está exatamente onde deve estar: na gastronomia. Comandado pelo Chef Nunes San, proprietário do restaurante, o cardápio agrada a todos que saboreiam seus quitutes. Há mais de 20 anos exercitando seu lado sushiman (naquela época, quando citamos que os restaurantes japoneses ainda nem faziam sucesso no Brasil...), Nunes foi discípulo de Hiroshi Hiwatashi, do Santory, considerado um dos melhores restaurante japoneses de São Paulo.
Apesar dos queridinhos dos brasileiros serem os peixes e frutos do mar, vale lembrar que a culinária japonesa abrange muitas outras coisas. O gohan (arroz) e o missoshiru (sopa de pasta de soja) são indispensáveis para eles em qualquer refeição. E toda a variedade de quentes e frios; crus, cozidos, fritos, assados e grelhados, seja qual for, o Chef Nunes sempre apresenta de uma forma criativa e ornamentada.
Segundo Néa Bernardo, sócia-proprietária do Kinpai, a crise pode ser driblada sim. Basta ter criatividade! “Nós temos um cronograma semanal. Segunda-feira tem dose dupla com cardápio exclusivo a partir das 18h. Às terças e quintas temos rodízio completo e às quartas-feiras temos rodízio de temakis. Então, os dias que seriam bem mais fracos, a gente consegue manter o movimento com os preços mais atrativos”, sugere.
Ficou com água na boca? O Kinpai ainda trabalha com delivery, tem almoço executivo de 2ª à 6ª, das 12h às 16h; e ainda faz eventos personalizados como casamentos, festas temáticas, aniversários e etc. (Bom apetite)!!!


Kinpai Sushi
Rua Gonçalves Dias, 423 – Valparaíso
Funcionamento: 2ª a sábado – das 12h às 0h
Tel: (24) 2248-8622

Kinpai Temaki
Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 236 - Centro
Funcionamento:  2ª a sexta das 12h às 22h

Tel: (24) 2237-9116

Feijoada Duetto’s Imperial agita a cidade


Conhecido pela ampla variedade de cafés e drinques a base da bebida, além dos sanduíches gourmet, salgados, brownie, bolos, tortas e sobremesas, o Duetto’s Café e Bistrô – localizado nos jardins do Museu Imperial –, é um local que tem seu charme especial e onde podemos encontrar um cardápio privilegiado com destaque para saladas, quiches e massas artesanais que se harmonizam com um bom vinho disponível no local. Mas este mês, de forma especial, os proprietários resolveram atender a um pedido dos clientes: irão realizar mais uma edição da Feijoada Duetto’s Imperial no sábado, 30 de abril e, no domingo, dia 1º de maio, convidando aos frequentadores do local a fazerem sua reserva.
“Este ano, no Carnaval, anunciamos a feijoada dois dias, mas o sucesso foi tanto que resolvemos esticar e fazer mais um dia devido ao movimento”, contou Marco Antônio Muller.
E quando o assunto é uma feijoada caprichada não podem ficar de fora ingredientes nobres que vão da escolha de um bom feijão até a excelência das carnes e dos produtos que acompanham o prato.
“Nossa feijoada é elaborada com carnes selecionadas, retiramos o excesso de gordura e servimos o feijão separado. Também acompanha o arroz branco, farofa, torresmo e a couve à mineira bem fininha”, lembra Vanda Ramos.
A Feijoada Duetto’s Imperial será realizada nos dois dias a partir das 12h com término às 15h, podendo esse horário se estender caso necessário. Os interessados em reserva de lugar podem obter mais informações através do telefone: (24) 2243-2952.

Sobre a feijoada
A letra da música "Feijoada Completa", de Chico Buarque de Holanda, dá a receita de um dos pratos mais típicos do país: a mistura de feijão preto, pedaços de carne de porco, arroz, couve e farofa. A feijoada é um dos pratos mais famosos da culinária brasileira e segundo uma lenda contemporânea, os senhores não comiam as partes menos nobres do porco, como orelhas e pés, e davam tais pedaços aos escravos. Como a alimentação dos mesmos era baseada apenas em cereais, como milho e feijão, estes resolveram pegar as partes do porco que eram rejeitadas e juntá-las ao feijão.
A feijoada apareceu por volta do fim do século XIX e logo ganhou a mesa de boa parte da população brasileira, adquirindo depois diversas versões, em diferentes regiões do país. De fato, acredita-se que a feijoada já existia antes na Europa, mas com outro nome: o cozido. Podemos encontrar exemplos do prato na culinária de países como França (cassoulet), Espanha (cozido madrilenho) e Itália (casseruola). Provavelmente, a nossa feijoada foi uma adaptação do cozido europeu, mas com uma grande diferença: o emprego do feijão preto, finalmente uma contribuição tipicamente brasileira.


Serviço
Feijoada Duetto’s Imperial
Local: Duetto’s Café e Bistrô – Jardins do Museu Imperial
Dias: 30 de abril (sábado) e 1º de maio (domingo)
Horário: a partir das 12h

Informações: (24) 2243-2952

Em busca da alimentação saudável

Nutricionista oferece oficinas para ensinar as crianças a comerem de forma saudável 



Nutricionista Bianca Strucchi

A obesidade não é mais apenas um problema estético, que incomoda por causa da “zoação” dos colegas. Criança gordinha não é sinônimo de criança saudável. Segundo a Organização Mundial da Saúde uma em cada três crianças de 5 a 9 anos está acima do peso. Na faixa etária de 10 a 19 anos, um em cada quatro (26,45) está acima do peso, segundo o IBGE. Isso indica que a obesidade é um risco cada vez mais presente na vida dos jovens de hoje em dia, o que é muito preocupante. Você sabia que nos anos 70, a relação de brasileiros obesos entre 6 e 18 anos em condições acima do peso eram apenas 3%, segundo a Fio Cruz? A nutricionista Bianca Strucchi, que responde pela campanha “Não à Obesidade Infantil” lançada pelo Petrópolis em Cena Produções no dia 20 de Março, no Theatro D. Pedro, em parceria com a Cia. Faz Assim Produções do Rio de Janeiro, vem se dedicando a um trabalho de conscientização dos pais em relação à alimentação dos filhos.
“As crianças em geral ganham peso com facilidade devido a fatores tais como: hábitos alimentares errados, inclinação genética, estilo de vida sedentário, distúrbios psicológicos, problemas na convivência familiar entre outros”, conta a profissional.
De acordo com a profissional, a obesidade infantil pode causar nos pequenos problemas considerados de adultos, como diabetes, colesterol alto, insônia e hipertensão. Essa criança também terá mais predisposição à obesidade no futuro.
Segundo a Fio o Cruz os alimentos gordurosos mais consumidos pelos pequenos são os famosos sanduíches (hambúrguer, misto-quente, cheesburguer etc.) que as mamães adoram preparar para o lanche dos seus filhos, as batatas fritas, os bife passados na manteiga são os verdadeiros vilãs da alimentação infantil.
“Em quase 100% dos casos da obesidade infantil a culpa é dos pais, pois as crianças costumam também a imitá-los em tudo o que eles fazem, assim sendo se eles tem hábitos alimentares errados, acaba induzindo seus filhos a se alimentarem do mesmo jeito”, diz a nutricionista.

Outros fatores associados à obesidade

Ansiedade e Depressão
Psiquiatras afirmam que por trás de um obeso sempre poderá existir um problema psicológico, agravando-se devido a nossa cultura onde a sociedade exclui os gordinhos de várias brincadeiras devido a sua situação. Isso só leva a criança ou adolescente a piorar porque quase sempre são tímidas e sentem-se envergonhadas, acabam se isolando e fazendo da alimentação uma “fuga” da realidade, isto é, quanto mais rejeitado, mais ansiosos mais comem.
Pessoas com sintomas de depressão sofrem alterações no apetite podendo emagrecer ou engordar. Algumas pesquisas comprovaram que a pessoa deprimida, geralmente não pratica atividades físicas e come mais doces, principalmente, o chocolate.

Fatores Hormonais
A obesidade pode ainda ter correlação com variações hormonais tais como: excesso de insulina; deficiência do hormônio de crescimento; excesso de hidrocortizona, os estrógenos, etc.


Fatores Genéticos
Algumas pesquisas já revelaram que se um dos pais é obeso, o filho tem 50% de chances de se tornar gordinho, e se os dois pais estão acima do peso, o risco aumenta para 100%. A criança que tem pais obesos corre o risco de se tornar obesa também porque a obesidade pode ser adquirida geneticamente.

Algumas dicas recomendadas para prevenir contra esse mal e ter uma vida sempre saudável:

·         Seguir uma alimentação balanceada, rica em frutas, legumes e verduras.
·         Respeitar os horários das refeições e não beliscar guloseimas entre um intervalo e outro.
·         Evitar alimentos gordurosos, como doces, frituras e refrigerantes.
·         Praticar atividades físicas sejam esportes no colégio ou academia, desde que
orientados por um profissional. Caminhar é a melhor pedida, pois qualquer pessoa pode.
·         Beba bastante água, pelo menos dois litros por dia. A água é importantíssima
no bom desempenho das funções do organismo, principalmente para quem pratica
atividades físicas, pois mantém o corpo sempre hidratado.

Oficinas gastronômicas
A nutricionista Bianca Strucchi realiza de palestras informativas sobre obesidade direcionada para escolas, clubes e academias. Ela também realizar oficinas nutricionais que ensinam os pais a elaborarem lanches deliciosos apenas com a substituição de alimentos mais saudáveis, de baixa caloria que agreguem valor nutricional. Conheça algumas delas.

Fitness – Aquelas  pessoas que sempre querem estar em forma com o corpo e se preocupam com o que comer no pré e pós treinos com alimentos low carb, com whey e baixo teor de calorias. Foram selecionados 16 receitas tanto doces e salgados com variedades, estarei elaborando as receitas, acompanhando e tirando todas as dúvidas referente ao tema.

Pães e bolos sem glúten – Em geral voltada para quem em algum momento acabou desenvolvendo a intolerância ou tem a alergia. Apesar de hoje ter mais acesso aos alimentos freegluten nada melhor fazer em casa, fresquinho. Selecionei em torno de 16 receitas com bolos e pães diversos.

Workshop e oficina infantil – ensinar as mamães sobre os cuidados com a alimentação após os 6 meses, mostrar a importância de introduzir alimentos saudáveis nessa idade, falar o que é importante evitar e o que é primordial nessa fase. Estarei elaborando papinhas doces e salgadas, dando sugestões para o dia a dia dos pequeninos.

A profissional
Natural de Teresópolis e radicada em Petrópolis, Bianca Strucchi é graduada em Nutrição pela FMP/Fase e cursa Pós-Graduação em Prescrição de Fitoterápicos e Suplementação Nutricional Clínica e Esportiva pela Universidade Estácio de Sá. É a nutricionista das Academias: One (Centro Histórico) e K2 Fitness (Bingen). Possui experiências em nutrição esportiva e clinica voltada a doenças crônicas (diabetes, hipertensão, hipo e hipertireoidismo, intolerâncias a glúten e lactose e obesidade). Atende em Petrópolis e Teresópolis em seu consultório ou, ainda, por Home Care ou Personal Diet.

Contato
Consultório: Rua do Imperador 288, sala 1018 Shopping Pedro II – Centro,
Petrópolis (RJ)
Telefone: (24) 98168-8708
Facebook/biancanutricionistapetro
Instagram: @biancanutricionistapetro
E-mail: biancarsnutricionista@gmail.com