sábado, 23 de fevereiro de 2013

Nascido dez mil anos atrás...

Os diversos tipos de pães da Padaria Sul América são garantia de sucesso. (Divulgação)

Um breve retrato da evolução de um dos alimentos mais antigos do mundo: o pão! 
     
O pão é um dos alimentos mais antigos conhecidos pelo homem. Descoberto por volta de 10 mil anos em algum lugar da Mesopotâmia, quando grãos de trigo foram esquecidos sobre as pedras e houve uma fermentação ativada pela água da chuva, transformou aquele pequeno acidente no alimento que conhecemos hoje, não com estas formas, claro, ao longo dos séculos o pão evoluiu e ganhou espaço no hall da fama da gastronomia. Por vezes vilão, por outras herói, frente às inúmeras dietas ao redor do planeta, esta pequena porção de massa já garante seu lugar à mesa ao redor do mundo. Rico em carboidratos, o pão ajuda a dar a energia necessária para trabalhar durante todo o período da manhã. Eis algumas opções deste maravilhoso presente da natureza.

PÃO BRANCO
Mais conhecido como pão francês ou pão de sal, é o mais consumido pelos brasileiros. Ele é feito com farinha refinada de trigo, é rico em carboidratos e proteínas. Por ter um elevado índice glicêmico, o pão branco é usado como padrão para medir a glicose nos alimentos.

PÃO INTEGRAL
O pão integral é preparado com farinha integral, o que mantém as quantidades de vitaminas, minerais e fibras dos cereais, tornando-o bastante nutritivo. Este também possui carboidriatos, mas a quantidade de fibras contida no pão integral, desaceleram a absorção de açúcares pelo organismo, o que diminui o índice glicêmico. 

PÃO DE LINHAÇA
A linhaça é ótima fonte de ômegas 3 e 6, por isso, ela só traz vantagens à sua dieta. Além de ser um importante agente antioxidante e renovador celular. Um pão feito dessa semente também possui essas características.

PÃO DE CENTEIO
Esse pão é o campeão no quesito baixo teor de gordura. É também uma boa opção para quem não quer mais consumir pão branco ou quer ingerir menos gorduras, segundo os nutricionistas tem praticamente as mesmas fibras que o pão integral, ajudando no processo digestivo. No entanto, esse pão contém mais carboidratos do que os outros tipos. 

PÃO DE AVEIA
Rico em ferro, magnésio,  zinco, cobre e proteínas, o pão de aveia é bastante indicado para quem tem problemas em controlar os níveis de açúcar, já que a aveia é rica em fibras solúveis, principalmente a beta-glucana, que retarda a absorção de glicose e do colesterol, sendo uma sugestão de pão para hipercolesterolêmicos. Além disso,possui grande quantidade de fibras como o pão integral e é ideal para quem quer fazer um lanchinho antes de alguma atividade física de longa duração.  

PÃO DE MILHO
O pão de milho, diferente do que é feito de trigo, não perde a casca durante o preparo. Por isso, ele é rico em fibras e minerais, como fósforo, ferro, potássio e zinco. Além desses nutrientes, o pão de milho também é rico em proteínas e vitaminas do complexo B. Ele é uma excelente opção para quem algum tipo de transtorno alimentar, como doença celíaca (intolerância ao glúten), já que o milho não contém  glúten.

PÃO AUSTRALIANO
Esse pão, feito de farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, tem uma cor escura, proveniente da farinha integral, e um sabor adocicado causado pelo extrato de mel usado durante o preparo. É rico em vitaminas, minerais e fibras contidas da casca dos grãos de trigo. 

PÃO SÍRIO
Também conhecido como pão pita, ele é preparado com farinha branca assim como o pão branco, mas contém menor quantidade de gorduras e de carboidratos. Ele é uma boa opção para quem quer variar a dieta sem aumentar a quantidade de calorias e gorduras ingeridas. 

CROISSANT
Croissant - que quer dizer crescente em francês - é aquele pãozinho em forma de meia-lua, feito com massa folhada e grande estrela do café da manhã dos franceses. Essa opção tem mais gorduras e calorias do que os outros tipos e deve ser consumida com moderação, principalmente as versões recheadas. 

O PÃO PREFERIDO DO PETROPOLITANO
Para detectar o gosto do cidadão petropolitano quando se trata de pão, a coluna saiu às ruas em busca de informações em alguns dos principais estabelecimentos do Centro Histórico e eis o resultado:

Padaria SulAmérica: 
O pão mais vendido depois do tradicional francês é a Roseta, pãozinho redondo com características diferenciadas por causa da maneira de preparar a massa, a mesma usada na fabricação das baguetes.

Panificação Dona Laura:
Os campeões de pedidos são o pão de leite, massas doces como cuca, pão de farofa, os recheados e para quem quer uma dieta saudável, o pão integral.

Padaria San Laurent:
O pão de queijo é campeão de pedidos, com opções de recheio ao gosto do cliente ou puro, esta pequena bola de 100gr. lidera a lista de favoritos seguido das outras opções que a padaria oferece.

Padaria Fragata:
Aqui o pão de leite encabeça a lista dos favoritos. Logo depois vem o croissant, os pães recheados e, claro o tradicional francês.

Padaria Petrópolis:
O integral, é um dos mais pedidos, logo atrás na lista vem os pães de massas doces e o pão de leite.


Dica do blog: arrumação da mesa


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Bebericando. Para amenizar o calor!

As temperaturas finalmente aumentaram e nada melhor do que apostar na paixão nacional para sofisticar o paladar e se refrescar nos dias mais quentes. A Mr. Beer dá algumas sugestões de cervejas especiais para aproveitar melhor os dias mais quentes. 
Pioneira e maior do segmento no país, o Mr. Beer é o paraíso de quem aprecia cervejas especiais. Resultado da paixão dos sócios por esse universo, a empresa entende do que todo cervejeiro gosta: experiência gastronômica. Por isso, é sinônimo de excelência em rótulos, atendimento personalizado e harmonização. São quase 70 unidades - distribuídas por 14 estados brasileiros, com, aproximadamente, 250 variedades, 70% delas importadas e mais de 50 exclusivas. E, ainda, iguarias como os bolinhos de feijoada e de camarão na moranga, salsichas alemãs, calabresa artesanal acebolada, tábua de frios mista, e outras, acompanham a degustação.     


Sobre a Duff
Um rótulo inovador, inusitado, incomum, conquista um público bem específico, um consumidor curioso, moderno e com conteúdo. Mas, como só a embalagem não sustenta o sucesso, a Duff  é uma cerveja especial, rica em puro malte, feita com uma mescla de lúpulos importados, cheia de personalidade. Em pouco tempo de comercialização, já está entre as cervejas especiais mais vendidas de seu segmento.

Curiosidades: A Duff é uma cerveja do estilo pilsen, estilo mais consumido do mundo e perfeito para o verão. Leves e de sabor limpo e bem definido, possuem baixo teor alcoólico e combinam a suavidade e a riqueza do malte de cevada não muito tostado ao amargor refrescante e aos tons aromáticos de lúpulos como o Saaz. São brilhantes, translúcidas e douradas. Afinam o paladar quando harmonizadas com a leveza de pratos como saladas e peixe branco. Devem ser degustadas entre quatro e sete graus, preferencialmente, no copo tulipa.

Riegele Weiss – Cerveja refrescante e superfrisante, de coloração amarelada, turva, com espuma generosa e persistente e baixo teor alcoólico, 5%. Possui aromas de banana, tutti-frutti, cravo e toques florais. Apesar de acida e picante, apresenta leve doçura. Harmonização com peixes e frutos do mar, queijos de casca branca e queijo de cabra. A temperatura ideal de consumo é baixa e varia entre 4°C e 5°C. Rótulo com comercialização exclusiva do Mr. Beer, maior rede de franquias de cervejas especiais do Brasil.

Adnams Explorer - Cerveja leve e refrescante, tem 5% de graduação alcoólica, coloração dourada e límpida, além de baixa espuma. Possui aromas cítricos, de grapefruit e limão, de biscoito e, também, notas herbais. É acida e tem amargor frutado. É feita com malte Pale Ale e lúpulos amercicanos de Yakima Valley em Washington, Columbus e Chinook. Ganhou medalha de prata no GBBF 2009 na categoria Blonde beer e Terceiro lugar na Champion Beer of East Anglia 2011. Consumir entre 2°C e 5°C. Rótulo com comercialização exclusiva do Mr. Beer, maior rede de franquias de cervejas especiais do Brasil.

 Maiores informações no site: