quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Itaipava recebe 2ª edição do Food Truck Imperial


Evento gastronômico conta ainda com moda, música e artesanato

Depois do sucesso da 1ª edição o Food Truck Imperial volta com ainda mais atrações e variedade no cardápio. O local escolhido para este segundo encontro foi a Feirinha de Itaipava, polo de moda reconhecido nacionalmente. Desta vez, serão mais de 20 trucks com o melhor da gastronomia, além dos 390 stands de vestuário e acessórios da Feirinha. O evento será realizado nos dias 31 de outubro,  01 e 02 de novembro, das 11h às 22h. 
Massas,comida japonesa, sanduíches e sobremesas são apenas algumas das delícias do evento que traz ainda atrações musicais durantes os três dias de sua realização. A área Kids vai garantir a diversão da garotada, que também vai poder aproveitar para passear com seus pets no local.  Até os mais velhos vão poder entrar na brincadeira do jogo de Paintball. 
Em pleno feriadão, não vão faltar motivos para curtir o que há de melhor desse novo estilo de gastronomia que já conquistou o mundo e ganha cada vez mais força por aqui. O público ainda vai contar com a comodidade de estacionamento gratuito, incluindo vagas para portadores de necessidades especiais e motocicletas, para mais de 2 mil veículos. 
No último mês de setembro, o Food Truck Imperial teve uma estréia de sucesso, atraindo
um grande público. Agora, em um espaço de aproximadamente 40.000 m² o evento ganha proporções ainda maiores,  com muito mais atrativos. A Feirinha de Itaipava recebe cerca de 5 mil pessoas todos os fins de semana que encontram diversas opções entre roupas femininas, masculinas e infantis, calçados, bolsas, joias, artesanato, móveis e artigos para presentes. 

Serviço:
Food Truck Imperial
Local: Feirinha de Itaipava - Rodovia BR-040, 63040 - Km 63 
Data: 31 de outubro , 01 e 02 de novembro
Horário: 11h às 22h

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Cozinha também é lugar de criança

Chef Silvia Vogel ministrando curso de gastronomia para crianças

por Anna Paula Di Cicco
Se antes a alegria da criançada era brincar de massinha, hoje o termo “mão na massa” ganha outro sentido. Agora o cenário da diversão é a cozinha e os brinquedos são ingredientes, temperos, aromas... As regras do jogo? Receitas! E é nesse clima de farra saudável que a chef Silvia Vogel compartilha seus conhecimentos gastronômicos com os pequenos.
Advogada pela paixão à justiça e confeiteira por amor e pelo sangue, a cake designer e
pâtissier confessa o cômodo que mais frequentou quando era criança. “Sou descendente de alemães e minha infância teve grande parte na cozinha com a realização de pães, cucas e bolos”, diz Silvia, que retornou à gastronomia de fato em 2011.
Foi por meio de um concurso de pizzas do Petrópolis Gourmet, no qual ficou em segundo lugar na categoria amadores, que Silvia foi impulsionada a montar seu próprio negócio, a Doceria Encantada – Pâtisserie de la Sisi, onde trabalha com bolos, tortas e sobremesas que variam das mais simples às sofisticadas.
Mas a paixão por trabalhar com crianças falou mais alto e ela então abriu mais uma opção em seu leque de compromissos. “Meu trabalho com crianças teve início quando fui chamada para participar de um quadro em um programa de televisão com crianças, onde elas me ajudavam na realização de bolos, sobremesas e decoração”, explica.
Foi assim que surgiram os cursos de gastronomia para crianças. As aulas coletivas, para que haja interação entre os “mini-chefs”, são ministradas em eventos, restaurantes, parques e até mesmo na casa das crianças. “Elas colocam a mão na massa, participando da produção do alimento e, após, finalizam com a decoração”, explica a chef ressaltando que, dependendo da faixa etária, a parte decorativa e de ornamentação ganham mais espaço.
Além das aulas simples, Silvia também comanda o “Arte&Cozinha”, que é um trabalho inovador em parceria com o produtor e músico Alexandre Fontes, no qual as crianças aprendem a cozinhar, criar músicas, tocar um instrumento e fazer teatro.
E como o intuito é mexer com a criatividade, a inserção de produtos naturais e saudáveis faz parte do preparo dos alimentos. Um exemplo disso é o bolo de beterraba, ingrediente nem sempre aceito entre a criançada, mas que preparado de uma forma divertida, cai na graça dos cozinheirinhos, assim como os sucos naturais, sanduiches com legumes e verduras, frutas animadas, pizzas e pães integrais, além do trabalho com a massinha de modelar comestível.
Sobre o retorno desse trabalho, Silvia pontua como gratificante e contagiante! “O meu prazer é ver a alegria e a admiração no rostinho deles. Isso nos torna crianças novamente, renovando nossas energias para dar continuidade ao nosso trabalho”, diz a tia e madrinha coruja que ainda sonha em ter filhos.
Para quem ficou interessado em apresentar a gastronomia para os pequenos de casa, no dia 11 de outubro, em comemoração à semana da criança, a chef Silvia Vogel realiza uma oficina de culinária com os “Petits Chefs” no restaurante Tartufo, em parceria com o Brechó Chic, em Araras. “Eu costumo dizer que é uma brincadeira de massinha, onde no final todo mundo se diverte comendo. É uma aula de aprendizado, ensinamentos, disciplina e muita diversão”, finaliza. Vale a pena conferir!

Serviço
“Arte&Cozinha” com Silvia Vogel
Contato: (24) 98827-9520
doceriaencantada.blogspot.com.br



Guloseimas!

Mini hambúrguer da Panificação D. Laura, 
já vem prontinho! (Montecaseiros 116/ 120)

Dia das crianças chegando e pelo menos nesse dia pode comer todas as delícias né? É uma data especial, onde eles recebem todos ‘os mimos’! Selecionamos algumas dessas delícias para elas se lambuzarem. Confira!

Brownie de KitKat com gelato de Nutella do Duetto’s Café (Rua da Imperatriz 220 – Museu Imperial)


 

Waflles com sabores deliciosos na Tia Mena (Rua Alencar Lima 8)

 

A pizza não pode faltar! Essa é da Domino’s. (Rua Montecaseiros 179)

A hora e a vez do Brigadeiro Gourmet



Utilizando chocolates importados e ingredientes diferenciados, o doce invade as mesas refinadas da cidade através da Brigatella by Tereza!

por Marise Simões
Doce dos mais preferidos do brasileiro, o brigadeiro deixou de ser uma exclusividade das festas infantis e ganhou as mesas mais refinadas com uma nova versão batizada de ‘Gourmet’. A boa notícia é que ele também frequenta festas e eventos badalados da cidade pelas mãos mágicas da doceira carioca Tereza Quintella, radicada há mais de 40 anos em Petrópolis. “Sou uma apaixonada por cozinha. Cozinhar é antes de tudo um ato de amor”, afirma a empreendedora que é psicóloga por formação.
Sua paixão pelo brigadeiro gourmet é contagiante, foi praticamente um caso de amor à primeira vista. Mas, segundo ela, até que os doces chegassem ao público levou mais de um ano, tempo esse que investiu em pesquisas, leituras de livros específicos e experimentos, já que todos os doces com sabores de fruta e também os exóticos foram elaborados através de sua própria técnica.
“Depois de aposentada, de passar décadas em multinacionais, queria usar o meu tempo para produzir algo que refletisse alegria! Gostaria que as pessoas conhecessem o brigadeiro gourmet, esse produto que sai do brigadeiro tradicional. Meu desejo é que a Brigatella by Tereza fosse lembrada por produzir um doce que leva esse amor, que remeta felicidade e sabor de infância a quem degusta-lo. É um doce de criação 100% brasileira e que tem uma linda história”, enfatiza.
O conceito brigadeiro gourmet foi criado em São Paulo por Juliana Motter, e é a reinvenção do tradicional brigadeiro e inova, aguçando a criatividade, na combinação de novos sabores, assim como seu  tamanho é diferenciado e encanta a todos com seus detalhes confeitados.  Leva em sua composição ingredientes de qualidade, principalmente o chocolate. “Produtos de boa qualidade são requisitos básicos para o sucesso desse tipo de doce, assim como os pequenos detalhes de sua confecção”, revela.
No caso da Brigatella by Tereza, que já tem mais de dois anos de mercado, apenas o chocolate belga é utilizado, inclusive na parte dos confeitos e a produção é toda artesanal. Quanto aos sabores possui mais de 20, que vão dos tradicionais Amargo (Noir), Cappuccino, Belga (ao leite), Cacau (100%) e Branco, passando por frutas como Tangerina, Maracujá, Morango, Limão, Damasco e Coco até chegar aos mais exóticos: Amêndoas, Amendoim, Capim Limão, Amargo com menta, Café, Indiano (com cravo, canela e gengibre) e Pimenta Malagueta, cada um mais surpreendente do que o outro.
E engana-se quem pensa que o doce está apenas nos casamentos, bodas e festas. Você pode encomendar para presentear os brigadeiros gourmet com todo o seu glamour. Tereza conta que os noivos também compram muito para oferecer aos convidados. “Eles são depositados em caixas ou embalagens específicas para presentes e ficam lindos”, orgulha-se.
E como a Brigatella está sempre a um passo a frente, atendendo a pedidos, Tereza acaba de lançar a linha ‘Gourmezinho’, voltada para festas infantis. “É uma versão do brigadeiro em tamanho menor, com diversos sabores, cores e confeitos que as crianças adoram”, finaliza. Os pedidos podem ser feitos através dos telefones: (24) 2235-5342 e (24) 99257-3242 com um ou dois dias de antecedência e cinco para quantidades maiores.

Sanduíches light saciam a fome sem perder a silhueta

Sanduíche de peito de peru no pão careca (199 calorias) e sanduíche
 de lyoner de frango com queijo minas no pão árabe (556 calorias)


por Marise Simões
Os lanches nutritivos são sempre uma boa pedida para quem deseja se alimentar sem sair da linha, principalmente nos dias de intenso calor. Estando ou não de dieta, um sanduíche sempre cai bem, seja no almoço rápido, no lanche, no pós-treino ou no jantar. E para os que desejam uma vida mais saudável e com poucas calorias, entram em cena os sanduíches light da Casa do Alemão, conhecida dentro e fora de Petrópolis por seus produtos deliciosos e de altíssima qualidade.
Versáteis, leves, saborosos e elaborados com ingredientes de baixos índices de gordura, os sanduíches tem sua versão mais simples pesando 84 gramas e com pouco mais de 200 calorias. E tanto o pão quanto os frios são de fabricação própria.
O lyoner de frango com champignons com ervas finas no pão árabe e o peito de peru no pão careca integral com gergelim, estão na lista dos preferidos e também dos mais light, podendo ser consumidos quente ou frio.
“O cliente pode optar pelo pão de fibras light, careca integral com gergelim ou árabe, todos produzidos em nossa padaria”, lembra André Fontaine. E para quem deseja incrementar ainda mais o sabor é possível adicionar complementos como queijo minas ou prato, cream cheese, patê e geleias, entre outros.

História de sucesso
A tradição começou em 1945, com a abertura de uma fábrica especializada em biscoitos amanteigados. Em pouco tempo seus produtos já se tornaram famosos na região serrana do Rio de Janeiro. Posteriormente, com a entrada do casal europeu Kern, que introduziu os produtos de salsicharia e de confeitaria, a empresa cresceu e se transformou definitivamente na Casa do Alemão.
De lá para cá, passaram-se cerca de 70 anos e muita coisa mudou. Foram abertas mais oito unidades e adotado um conceito visual moderno, com a criação de logomarca e de nova ambientação. Porém, o que se mantém até hoje inalterado são as tradicionais receitas alemãs, estas seguidas à risca desde a inauguração. O segredo de tanto sucesso é a fabricação própria, artesanal e com ingredientes rigorosamente selecionados.
Além dos já conhecidos croquetes e pão com linguiça, outras delícias caíram de vez no gosto dos clientes: os diversos sanduíches, as variadas porções, os saborosos combinados e finalmente os tão apreciados doces e biscoitos amanteigados. É mesmo de dar água na boca.



Papo de Adega: Vinhos para a estação das flores!



por Flávia Medeiros*

Atenção na hora de gelar o vinho
Com a chegada da estação e a elevação da temperatura, é a vez dos branquinhos e rosados ganharem espaço na mesa.
Brancos, rosés e espumantes são boas pedidas para a  época mais aromática e colorida do ano! Gosto muito das opções de aromas, sabores e cores que alguns rótulos trazem nessa época!

Preste atenção na acidez!
Ela dá personalidade ao vinho, principalmente  aos brancos. É a característica que dá a sensação de frescor, e seus aromas são muito versáteis.

Prefira os mais leves!
Existe uma falsa ideia de que brancos e rosés são naturalmente mais leves. Mas isso não é verdade, eles podem ser mais ou menos encorpados. Dos brancos, o sauvignon blanc é bem suave, traz o aroma verde logo ao nariz, assim como o herbácio. Já os rosés, possuem dos mais frutados até aos estruturados. O Brasil brilha quando o assunto é o espumante. "Os brasileiros são os melhores da América do Sul".

Beba gelado ... mas não demais!
Quando fica estupidamente gelado, o vinho não mostra todo sabor. O gelo é ótimo, ajuda a refrescar, mas tem que ser na medida certa. Para não errar, use só um balde com água e gelo. "É a temperatura ideal para a maioria dos vinhos mais refrescantes."

E no jantar?
A primavera permite certas ousadias com a ajuda do horário de verão. Quem costuma degustar a bebida só no jantar pode aproveitar a estação para experimentar também de manhã. Mas beber à tarde, como aperitivo antes de um jantar ou até mesmo sobremesa, é tudo de bom.  
E os espumantes caros leitores....esses não tem horário! Não mesmo!!!

(*) Consultora em vinhos e com especialização na área. No Brasil é uma das poucas profissionais que conta com a certificação Wine & Spirit Education Trust – Level 2. Contato: chateaumedeiros@hotmail.com