segunda-feira, 6 de março de 2017

Os encantos de uma mulher visto além de uma taça!

PAPO DE ADEGA

por Flávia Medeiros*

Flávia Medeiros

Dizem que entender uma mulher não é muito fácil.
Eu discordo! Somos tão previsíveis...rs
Pois é, mas se você consegue entender e amar a tão afamada Região de Borgonha, seus mistérios e sua versatilidade de expressão, parabéns, você tem um lado feminino bem lapidado.
Mas sempre resta alguma coisa que não se consegue capturar. É talvez exatamente isso  que esteja toda a graça do vinho dessa região. Como uma mulher, os vinhos da Borgonha são incrivelmente simples (apenas duas uvas são consideradas principais, a Chardonnay e a Pinot Noir) e muito complicados (como apenas duas uvas podem gerar vinhos com tamanhas diferenças?).
A explicação é o Terroir (solo, clima ou seja, a geografia). Em nenhum outro lugar ele se
manifesta de maneira tão óbvia como na Borgonha. Dependendo do lugar onde a uva nasce, cresce , poderá adquirir determinada personalidade, que será diferente da sua vizinha de fileira. Os vinhos da Borgonha precisam ser admirados e amados. Precisam de dedicação para ser experimentados da forma correta, não são “fraquinhos” como popularmente são taxados, tem personalidade. Eles, assim como as mulheres, não se deixam entender logo de cara, precisam de degustadores sensíveis, capazes de compreender a delicadeza que não é sinônimo de fraqueza e só se mostram em todo o seu esplendor àqueles que querem de fato saber seu valor.
Resumidamente, você pode entender Borgonha assim:
- O Borgonha branco é feito principalmente de Chardonnay e o tinto, de Pinot Noir. Embora outras uvas sejam plantadas na região, pouco são consideradas.
- Beaujolais é considerada uma subregião da Borgonha. Embora sua principal uva seja a Gamay e seus vinhos sejam completamente diferentes, muitos autores tratam Beaujolais como uma região à parte.
-Ao contrário da maior parte da França, os vinhos são feitos de apenas uma uva.
Falar tudo sobre Borgonha demanda não só nossa coluna, mais sim o jornal inteiro, eu particularmente adoro os mistérios e as surpresas que cada taça desses vinhos revelam. Mas, comparando seus vinhos com as mulheres, o fato é: mesmo tendo várias faces, aromas e posturas, são imprevisíveis, misteriosos, encantadores, e fazem toda diferença quando bem trabalhados. Quem não conhece uma mulher assim?  Então meninas, o mês de março é todo nosso, e merece um bom Borgonha.
Parabéns a todas nós mulheres!


(*)  Consultora em vinhos e com especialização na área. No Brasil é uma das poucas profissionais que conta com a certificação Wine & Spirit Education Trust – Level 2. Contato: chateaumedeiros@hotmail.com 


sexta-feira, 3 de março de 2017

Entrevista: Chef Tom Corrêa


Aconchego e boa comida no Valparaíso


Costela no Bafo, Feijoada, Truta, Música ao vivo e terraço para eventos... Tudo isso e muito mais no Armazém 646

Funcionando há 15 anos, a história do Armazém 646 se mistura com a do Valparaíso, bairro dos mais charmosos e pitorescos da Cidade Imperial. Os proprietários José Armando e Renato Vizani estão sempre no local para garantir o bom atendimento e o controle na qualidade dos pratos, cujas porções generosas são bastante elogiadas. A tradição define o local que possui boa comida e atrações musicais diárias. Também é ponto de encontro de amigos e clientes que freqüentam o local desde a inauguração. Todos têm sempre uma história para contar. 
– Muitos freqüentadores se tornaram amigos e sempre retornam. Já perdemos a conta de quantos aparecem casados, com filhos e relembram esses momentos conosco. O Armazém é uma grande família –, orgulha-se Renato.

O local
O Armazém 646 funciona todos os dias para almoço e jantar, e só fecha suas portas após o último cliente sair. O local aconchegante e rústico remete aos antigos armazéns e possui objetos modernos em seu interior que se harmonizam a decoração.
A parte interna acomoda 120 pessoas e a superior, onde há também um terraço ao ar livre, chega a abrigar até 80 pessoas (sentadas). Pode ser utilizado para a realização de eventos como aniversários, mini casamentos, confraternizações  e outras comemorações.

Cardápio
Pioneiros na Costela no Bafo em Petrópolis, o prato ainda se mantém forte no cardápio e continua como um dos atrativos da casa. Já a tradicional Feijoada – elaborada com carnes nobres e sem gordura –, é servida sempre aos sábados e domingos, do meio-dia às 16h30, e atrai turistas de várias partes do país e até de fora. Opções de petiscos que vão dos Bolinhos de Bacalhau, Camarão à Milanesa as Tábua Mista de Carne se destacam no cardápio. Entre os pratos principais, a casa destaca a Picanha Fatiada com fritas, arroz, farofa de ovos e molho à campanha, o Salmão com molho de maracujá servido com arroz de ervas e batata soute, a Batata Rosti com diversas opções de recheio e o Risoto de Camarão.
O Almoço Executivo funciona a partir das 11h e oferece pratos que custam a partir de R$ 20,00 (segunda a sexta-feira) e a partir de R$ 30,00 (fins de semana). Quem preferir outras opções pode escolher o cardápio, sempre disponível.
– Nosso cardápio é bastante variado e tem opção para todos os gostos –, lembra. Vale ressaltar que o Armazém 646 aceita

Bebidas
Vinhos nacionais e importados, whisky, cervejas artesanais, chopp, pinga mineira, cachaças especiais, drinques e coquetéis, dentre eles o que leva o nome do restaurante: Armazém 646, a base de Vodka, suco de abacaxi, licor de kiwi e soda. Quem preferir pode optar por Capirinha, Caipivodka, Caipisaquê entre outras bebidinhas. A Caipiroska de Morango é dos deuses!

Serviço
Rua Visconde de Itaboraí, 646 – Valparaíso
Telefone: (24) 2243-1001
Delivery de 11h às 23h:  (24)2243-1001 / (24)2231-4868
E-mail: faleconosco@armazem646.com
Facebook / armazem646
Instagram: @armazem646


Cafeteria em Petrópolis investe em macarons

Lindo, charmoso, colorido e delicioso, o doce francês pode ser consumido na Bio Café Imperial



Doce tipicamente francês que é crocante por fora e macio por dentro, o macaron (pronuncia-se “macarrôn”) cuja receita de quase 500 anos saiu da Itália, no século 16, chega a Petrópolis através da Bio Café Imperial, a única cafeteria da cidade que trabalha com o doce e também a exclusividade da marca Paradis, que tem sede em Copacabana.
Susie Tatai, a proprietária, é uma visionária. Ela conta que antes de trazer os macarons para a cafeteria, foi conhecer a fábrica e participar de uma degustação. Como profunda conhecedora do assunto, teve aulas na Itália com Emanuelle Frigerio, um chef pasticcere cuja familia possui uma tradição de mais de 150 anos em confeitaria.
– Sei como é difícil conseguir a textura e o sabor, além da produção em escala, conservação e validade. A Paradis conseguiu isso com louvor através de seu chef francês Pierre Cornet-Vernet –, conta.
E assim, dia após dia, os doces franceses que são sinônimos de requinte e sofisticação nas mesas das festas requintadas, estão disponíveis na charmosa cafeteria localizada na Rua 16 de Março. A lista de sabores é extensa: Frutas vermelhas, Pistache, Beijinho, Chocolate e suas variações – Belga, Brigadeiro, Intenso –, Maracujá, Pétalas de Rosa, Chandon, Blueberry, Limão Siciliano, Caramelo, Flor de Sal, Damasco, Doce de Leite, Morango com Nutella, ente outros.
–O que procuramos é diversificar em cores e sabores a atender a preferência de nossos clientes–, lembra Susie.
Os macarons, os queridinhos das noivas, são divinos! Crocantes e ao mesmo tempo macios, levam recheios leves e são doces na medida. A massa é naturalmente sem glúten, pois é feita de farinha de amêndoas, claras e açúcar confeiteiro. A cor deles vem dos corantes naturais vegetais. Na Bio Café Imperial, 4 unidades de macarons custam R$ 18,00 e 10 unidades, R$ 40,00. O preço normal é R$ 5,00. 
– Encomendas para festas e eventos são aceitas com uma semana de prazo. Temos capacidade para atender acima de 5 mil macarons –, finaliza.

Serviço
Bio Café Imperial
Rua 16 de Março 410, centro – Petrópolis
Telefone: (24) 2242-5222
Funcionamento: Segunda à Sábado das 9h às 20h.



Mulheres X Vinho


Água morna com suco de limão em jejum para desintoxicar o organismo

O efeito adstringente do limão pode operar maravilhas no organismo. O ácido cítrico trabalha como um verdadeiro detergente, dissolvendo gorduras e toxinas e tornando o PH do corpo alcalino.



Limão com água morna em jejum e adeus 
gordurinhas e fadiga! (Foto de Mario Covic)

Para Renata de Abreu, que há mais de 14 anos é terapeuta de tratamento corporal e líder de negócios na indústria de Spa, o limão é o melhor aliado na busca de bem-estar físico, melhora nas funções do organismo e consequente maior energia no dia a dia. Renata explica: “o ácido cítrico do limão funciona como um detergente, dissolvendo toxinas e gorduras. Além disso, o limão ajuda também a equilibrar o PH do organismo, desintoxica, aumenta a produção de colágeno, aumenta resistência imunológica e facilita a queima de gordura localizada, entre outros benefícios. Ou seja, um verdadeiro aliado do bem-estar”.
O primeiro passo é começar a experimentar beber água morna com meio limão espremido em jejum, todas as manhãs. “Aguarde 15 minutos antes de tomar o café da manhã”, lembra Renata, “e não espere milagres. Muita gente desiste nos primeiros dias, por achar que não há resultados. Mas tudo que é natural precisa de um tempo maior para que o organismo se acostume e para que a mudança realmente aconteça. Vale a pena”, enfatiza a terapeuta.
Outras dicas de Renata com limão: congelar a fruta e ralar a casca para consumir com chás, sobremesas e outros alimentos. A casca do limão é rica em D-Limoneno, um princípio ativo que ajuda a combater a ansiedade e a depressão, ajuda a dissolver cálculos renais e a desentupir veias. A água com limão pode ser consumida várias vezes por dia, não excedendo 2 a 3 unidades da fruta por dia, e também no lugar de refrigerantes. No começo pode ser estranho, mas com o tempo e com os resultados, não tem como não se apaixonar!


Consultoria